sábado, 11 de outubro de 2008

BLOCH REVISITA MANCHETE N'O GLOBO



... E o sr. Arnaldo escreve hoje, n'O Globo (2º Caderno, 11/10) uma espécie de desagravo à história das fotos de 1ª página (sunga X terno), como se porta voz do Jornal fosse. Esquece-se da importância do marquetingue na questão - colocada nas cartas de leitores pró Gabeira. Minimiza o agravante. Sim. Evidente que (em tese) a imprensa não está nem aí pro marqueting de um ou de outro candidato! E sobre mais um detalhe está coberto! Façamos justiça: o pai da Maya Gabeira sabia que seria fotografado em sua 1ª atividade no day after, óbvio. Então descuidou-se da própria imagem. Está claro, também, que Gabeira não consegue mais lidar sobriamente com o estigma da tanga de crochê, assim como é calo no pé sua posição em relação a descriminalização das drogas. No CQC, Rede Bandeirantes, já tinha dado uma mostra que está de saco cheio da puída piada-de-crochê. E sobre o bagulhinho, ele ainda vai ter muito que se justificar. Então deveria ter pensado (sim!), se seria interessante o postulante ao cargo mais importante da nação, figurar na capa de todos os jornais de sungão e/ou enrolado numa toalha vermelha como se penhoar vestisse, sabendo, diante mão, que a(o) vice-Eduardo Paes-versaria ao raiar do novo dia ralando em traje típico esporte fino de bom burocrata que é.

Noentanto o episódio já deixou de ser importante há muito, douto Arnaldo. O fato crucial é que, ao contrário do que a mais otimista das previsões atestaria, os votos de bispapão estão praticamente divididos entre maurício Paes e Fernando Gabeira! Sendo assim... imagina, Arnaldo Bloch, se eu e quem escreveu P da vida com o Globo, temos qualquer tipo de preconceito, tanto com a tanga de ontem, quanto com o sungão do amanhã... A gente quer é ver o homem adminstrando a Cidade Maravilhosa, varrendo a casa! Tome os missivistas d'O Globo, como torcedores (fluminenses) apavorados, monamí. Foi sob pressão e em desespero de causa que escrevemos. E digo mais! Eu, alarmista calejado, também não gostei nadica de nada da foto do dia seguinte ao Day After, do debate, na própria sede d'O Globo, onde Gabeira aparece, dedo em riste, apontando a cara serena, sorridente e irônica de Eduardo Paes... E o, make de orelhada, grampo telefônico na intriga sobre a Lucinha da Zona Oeste?... Tudo assim de carreirinha é de se descofiar sim! Quêdê a X9 que a redação do seu Jornal pagou pra colar no Paes? X9's fora a passeio? De toca ou tanga n'algum paraíso fiscal?

Não tão confortáveis como o senhor, botafoguense, bem acomodado na tabela e poltrona do emprego, dando-se o luxo de porta-voz de um Jornal que nem mais concorrência à altura ele tem!, eu e os fanáticos pela mudança, roemos as unhas. Repito: eu e os fanáticos pela mudança, roemos as unhas, seu Arnaldo. Isso não é paixão de torcedor. Encare-nos assim. Fanáticos pela mudança! Dá tempo para mais um aliás? (...) Quem cala consente. Aliás, sem ter para onde correr, sou assinante d'O Globo. E, como pôde constatar, um leitor assíduo, seu. De forma cotizada posso até me dizer um pagador régio, mesamês do vosso salário.

Um abraço sem preconceito, rivalidade e por hora qualquer resquício de arrependimento.

6 comentários:

  1. humm, de cara nova hein...

    :^D

    ResponderExcluir
  2. Ficou bom o novo lay, nao foi? agora que tou vendo direitinho :D

    Só faltou essa @#@$@##@# desse menu do lado ;~ Desculpa, eu bem que tentei mas :~

    Enfimmmmm! amo tu tatu :D

    ResponderExcluir
  3. Pois é, Siquita Bacana da Martinica... Esse leiauti foi um amigo publicitário, mineirin lá de Barlbacena, que fez pra mim. Combinou melhor com esse visual pretin básico no qual você vestiu o sônico, né?

    Esse 'tatu bola' tbm te ama muito, viste?

    Mas vamo trabalhá, vamo trabalhá pruque o mundo dá muitas vorlta. Uma por dia, eu diria.

    ... Será que vão me prendê por exploração de mão de obra infantil - em idade escolar?

    Bejo, me liga!

    ResponderExcluir
  4. É, o coronelado do sudeste usa diversas armas: da pistola ao jornal. Torço, daqui, por Gabeira.

    ResponderExcluir
  5. Isso aí, Vina! Se der Gabeira o Rio dará uma bela despoluída, eu acredito.

    ResponderExcluir

Uma obra de arte é um ângulo apreciado
através de um temperamento.
(Emile Zola)