quarta-feira, 23 de julho de 2008

LEFT BANKE (O TESOURO RESGATADO DO 'MOFO' DIRETAMENTE DOS 60s)


... Vocês q tem mais o que fazer é que vão dizer se é ou não uma baita descoberta essa. Eu, no meu turno, fico aqui me achando... O desencavador de novos talentos natimortos e/ou os só mortos mesmo – mergulhado nessa atividade, garanto, costuma-se achar bonito não ter o que fazer. Veja o exemplo do Left Banke, álbum “There's Gonna Be A Storm - The Complete Recordings”. O disco (coletânea) é o resgate da obra de uma banda dos meados dos 60s que sem, talvez, nem se dar conta, revolucionava o cenário do rock mundial.

Não. Essa banda não é mais uma legítima descoberta da casa. Das melhores descobertas da casa - antes da casa existir, aliás – foi o site MOFO. Já este ano, foi o responsável do MOFO que descobriu-me aqui, nesse blogcanal. Hoje trocamos informações sobre nossas respectivas descobertas musicais.

Portanto, para saber mais sobre Left Banke, o navegante deve clicar AQUI e ter acesso a todo o trabalho de pesquisa do cara. Adianto apenas o texto da chamada:

“Uma das jóias escondidas dos anos 60 é um grupo que fazia um "rock barroco": The Left Banke. Apesar da curtíssima duração, a banda deixou um clássico obscuro chamado "Walk Away Renée", um dos mais belos momentos dos anos 60. Uma banda que você não encontra mais cds à venda, mas ainda o acha navegando por aí.” Não por aí, meu bom Rubens. É por aqui que a banda toca.

Posso garantir que a história da banda é para lá de interessante – a música então, adjetivar elogiosamente é de uma inutilidade mesquinha. Daquelas histórias, comuns ao meio artístico, em que o EGO maiúsculo do líder determina ascensão e queda do grupo na cena musical americana. Aliás, refletindo enquanto escrevo... músicos com essa relevância... “anos 60” ... “rock barroco americano”(?!)... “revolução no cenário musical”... Seria redundante descobrir ter a obra nascido em Nova York?

LEFT BANKE (THERE'S GONNA BE A STORM - THE COMPLETE RECORDINGS)

LEFT BANKE (THERE'S GONNA BE A STORM - THE COMPLETE RECORDINGS) 2

15 comentários:

  1. a coisa que mais me dói é que achei esse álbum por 30 reais, tinha dinheiro na carteira e por algum tilt inexplicado não o levei.

    dias depois me arrependi e quando voltei, já tinha ido. era a chance de repôr algo que eu sentia saudades.

    valeu pela lembrança, Sérgio.

    ResponderExcluir
  2. Uma dúvida que vc não esclarece lá no MOFO é, quando saiu esse coletânea? Em q ano? Não saiu na era do CD? Saiu mas já está naquela "catigoria" "tem mais tá em falta"?

    Outra coisa: não seria os Strawbs uma legítima e a mais óbvia influência dos Left Banke? Por uma curiosa coincidência andei revendo alguns álbuns do Strawbs pouco antes de ser apresentado ao Left Banke, dai a liguar uma obra à outra.

    ResponderExcluir
  3. como não esclareci? você não leu até o fim. eis aqui, ao lado da capa do CD...

    Após o final, algumas boas coletâneas foram editadas, sendo a melhor - e fora de catálogo - There's Gonna Be A Storm: The Complete Recordings 1966-1969, editada em 1992.

    e tb está na discografia...

    Discografia

    Discos

    Walk Away Renée/Pretty Ballerina (1967)
    The Left Banke Too (1968)
    Strangers on a Train (1978)
    ...And Suddenly It's The Left Banke (1982)
    The History Of The Left Banke (1985)
    Walk Away Renee (1986)
    There's Gonna Be A Storm: The Complete Recordings 1966-1969 (1992).

    Sobre os Strawbs, pode ser. na verdade, vc nota influência dos Beatles em algumas canções tb. eu não consigo falar muito de influências pq quase ninguém concorda comigo. então fico nas mais óbvias pra errar pouco.

    e sobre a "CATIGORIA" "tem mais tá em falta", você mesmo escreveu na introdução desse texto não: "Uma banda que você não encontra mais cds para vender, mas ainda o acha navegando por aí."

    ResponderExcluir
  4. Mais do q explicado agora. Mas eu li tudo sim, só que na hora de escrever a postagem esqueci a data em q a coletânea foi editada. Fora de catálogo, então, né? Melhor pro blogueiro aqui...

    E, sobre o Strawbs a ordem é: os Left Banke é que influenciaram Strawbs, não ao contrário já q (segundo o allmusic) Strawbs é de 1968 e LB de 1966.

    Dizer q os Beatles influenciaram qualquer outra banda, nós sabemos, é redundância. Na minha opinião essa onda barroca no rock tem muito mais a ver com a Inglaterra, ou melhor, com a Europa, daí chegar a conclusão que os Left Banke americanos estavam na vanguarda dos acontecimentos não é exagero.
    Enfim, é um sonzaço.

    Aproveitando pra responder aquele emeio último seu, cara, O Mitch Easter Dynamico gostei pra caramba tbm e acho q tinha te dito isso há muito tempo já...

    ResponderExcluir
  5. você tinha me dito num email antigo que tinha gostado do Mitch e pedido autorização para copiar o texto e reproduzir aqui.

    Aliás, isso está um papo de comadre entre nós dois. quedê o resto?

    ResponderExcluir
  6. Der Samba ist nicht in erster Linie die Bezeichnung für
    einen bestimmten Rhythmus. Der Samba ist die
    brasilianische Musik, die sich aus der Verbindung der
    drei Rassen, der Portugiesen, der Indianer und der
    Afrikaner, die das brasilianische Volk ausmachen,
    entwickelt hat. Der Samba ist bei uns beinahe eine
    Sache des Blutes, der Name eines Gefühls
    geworden.

    ResponderExcluir
  7. alice in wonderland2/8/08 21:32

    não entendi uma coisa: tá faltando um monte de musicas ou aconteceu alguma coisa enquanto eu baixava? as faixas que deveriam ser nomeadas como 2, 4, 5, 6 e 11 não existem, por outro lado, quando fui ver os números das faixas que estão faltando fica diferente - faltam 1, 3, 4, 5 e 10.
    é assim mesmo?
    bêjo, serginho, espero uma reposta.

    alice

    ResponderExcluir
  8. Só espero q esse ñ seja o 2º álbum q vc tenta baixar por aqui, Alice, pq aí o sobrenatural anda assombrando seus downloads nesse cafofo sônico. Por favor diga q já baixastes vários álbuns, és frequentadora assídua e q essa é SÓ a 2ª vez q tens problema... Se quiser ser gentil pode mentir tbm. Mingana q eu gosto (rs)!...

    Bem, testei os 2 links e baixou normal. O álbum tem 25 músicas, a parte 1 acaba na faixa 15 e a 2 daí em diante. Tudo numeradinho certinho. Então só o q posso te pedir é pra tentar novamente. E se faltar música de novo eu mando-as em separado como já fiz naquela outra vez com a Kaki.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. alice in wonderland3/8/08 12:41

    serginho, vc não sabe de nada, eu sou uma maníaca, ja baixei todos os discos que vc postou aqui, mas nem sempre tenho tempo de comentar, me desculpe se te amolo...
    vou baixar de novo e depois volto aqui, ta bom?
    obrigada
    bejim

    alice

    ResponderExcluir
  10. Hei, Alice, essa interpretação "amolação" foi sua. Era só o que eu queria ouvir: que tenho uma frequentadora assídua que baixa um monte dos discos q disponibilizo aqui. Isso é muito bom!

    Então, concluímos os 2 q essas falhas acontecem (as vzs). Não será amolação alguma, quando um link falhar, vc me informar. Volte sempre, tá? Mesmo que seja só pra reclamar os seus direitos de abituê.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  11. alice in wonderland3/8/08 13:24

    serginho, vc é um amor, fique tranquilo. baixei de novo e deu tudo certo, mas descobri os problemas; 1- o tal do badongo não gosta muito de mim, tenho muitos robelmas qndo baixo por ele 2- os nomes dos seus arquivos são muito longos e isso tbm dá umas travadas por aqui, mas até que consigo resolver na boa.
    o negocio da amolação é só pq eu só escrevo pra te pedir ajuda - deixa pra lá.
    sou assidua, sim, baixo tudo, mas sinceramente ja joguei alguns fora; é a politica de baixe primeiro e depois pergunte kkkkkkk
    bêjo, querido, e obrigadissima!

    alice

    ResponderExcluir
  12. Anônimo3/8/08 21:36

    Olá Sergio,

    O visitante alemão, salvo se não for qualquer código da comunidade internética, quis dizer, mais ou menos o seguinte:

    “O Samba não está na primeira linha de classificação como sendo um ritmo puro. O Samba é a música brasileira que saiu da relação de três raças, a portuguesa, a indígena e a africana, as quais formaram o povo brasileiro. O Samba para nós está perto de uma coisa do sangue, como se fosse o nome de um sentimento.”

    Meio sem sentido, dado que o seu blog tem tratado, em grande parte, de obras jazzísticas e bluseiras. Ele deve estar querendo puxar papo. Se alguém tiver um domínio maior da língua teuta e desejar corrigir ou melhorar, fique à vontade.

    Carlos Alberto

    PS.: Esse Left Banke é sensacional. Grande descoberta.

    ResponderExcluir
  13. Carlos, estou precisando urgente de um amigo poliglota... Gratíssimo pelos esclarecimentos. Acho q já sei quem é Heide. Ele frequenta um blog de jazz que vivo recomendando aqui, o Jazzseen. Mas realmente não faço a mínima pq deixou esse comentário. Puxar assunto? Comigo? Nem por gestos me expresso em deutch. Mas, valeu mesmo assim a tradução e continue passeando pela casa.

    Quanto o estilo aqui é livre. O jazz é o gênero pelo qual me inclino mais ultimamente, mas tento variar bastante - é só dar uma passada de olhos pra sacar isso aqui.

    Left Banke é um discaço, realmente.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  14. Anônimo7/4/09 05:51

    Márcio Miranda Diz:
    De Fato o Left Banke é uma boa banda, não vamos exagerar, combinado moçada !!! Já tinha ouvido a muito tempo atrás falar desta banda e ouvido alguma coisa a cerca, agora fui a fundo e ouvi melhor, e posso dizer que é uma boa banda dos anos 60 para se cur
    tir. Portanto eu recomendo, a
    quem me perguntar. Abraços
    ao blogueiro SERgioSÔNICO !!! e ao pessoal dos comentários !!!

    ResponderExcluir

Uma obra de arte é um ângulo apreciado
através de um temperamento.
(Emile Zola)