quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

PSSS...



Um silêncio se anuncia

flutuante que delícia

O cenário propicia

Sente a essência, sente a brisa?

é a presença de Quietinha.


Fragmento sobre o silêncio de Beatriz Barroso:


(...) Diz-se o silêncio,
Impõe-se, belisca-nos, agita-nos...
Porque nos mexe na alma e nos morde o corpo
Ao trazer até nós a premência, a urgência,
que nos impele ao outro.(...)


Finalmente dei sentido a essa postagem, moça.

Culpa mais de quem senão sua?

No vídeo, uma bela descoberta da doce

Quieta...Flor Pele de Pétala.


video

11 comentários:

  1. Não podia ser assim, nos hospitais?

    ResponderExcluir
  2. Am? Tem andado em hospital? Pq?!

    Eu sou 'escolada' em hospital (meu qrido papai acaba de fazer a 12a_ cirurgia, hah!) e sei q ñ são o lugar silencioso q deveriam ser...


    Am, mas q imagem linda hein?


    Bisous

    ResponderExcluir

  3. tava sumido, heim!

    fazendo voto de silêncio??? aahahaha

    beijão!

    ResponderExcluir
  4. Com essa postagem quis dizer q tou sem vontade de postar.

    É só isso. Mas não tou sumido não. Foi vc quem viajou, aliás. Já voltou?

    ResponderExcluir

  5. ainda vou, acredita.
    estou trabalhando em dobro! rsrs

    ResponderExcluir
  6. qui isso? de sônico ficou afônico?
    =)

    ResponderExcluir
  7. Pssss nada, vou falar! :)
    Nossa, ainda não respondi seu e-mail, miiiiiiiil desculpas! Mas ainda hoje respondo.

    Beijo, bom final de semana, Sérgio. :*

    ResponderExcluir
  8. Até aqui AQ (antes da Quieta) não havia nem o verbo. Era apenas o silêncio. Depois desse meu último comentário quem sabe chega alguém esperada?...

    ResponderExcluir
  9. Como me deixa assim sem palavras em momento de discurso? seguro a barra do vestido desconsertada feito menina pequena.

    "...Fiquei a saber numa destas madrugadas de fogo
    que a ternura está guardada num baú
    disfarçado de cofre à prova de sentimentos

    Nessa mesma hora
    senti o meu ser
    a dissolver-se devagar

    Ao longe, muito ao longe
    lembro-me de ter sentido um arrepio na alma
    como se tivesses pintado o teu sorriso no meu peito

    Luís Graça "

    Voce seu pilantrinha de meiguices

    ResponderExcluir

Uma obra de arte é um ângulo apreciado
através de um temperamento.
(Emile Zola)