quinta-feira, 5 de março de 2009

XÔ!




Quando caires em contradição, tu que és sábio, pense que não houve exatamente uma queda. Contradições são algumas das mínimas conseqüências de seu inabalável espírito de procura.

A postagem aqui, por exemplo, acha-se para expurgar... lavar, banir, desinfectar a estupidez em toda a sua plenitude, aprisionada na imagem da postagem abaixo. Medida, esta, de pura assepsia.

Tratamento: em primeiro lugar posta-se uma citação de dois dos maiores super-herois do conhecimento vivo, expansivo, latente e o que é mais legal! Um citando o outro:

"Quando a inteligência permanecia ainda em estado rudimentar, a preocupação com os fenômenos invisíveis assumiu formas banalmente aterrorizadoras. Daí nasceram as crenças populares no sobrenatural, as lendas de espíritos errantes, as fadas, os gnomos, os fantasmas - direi mesmo a própria lenda de Deus -, nossas concepções do Artífice-Criador, qualquer que seja a religião de onde provenham, são sem dúvida as invenções mais medíocres, mais estúpidas e inaceitáveis, já saídas do cérebro medroso das criaturas. Nada é mais verdadeiro do que a frase de Voltaire: Deus criou o homem a sua imagem, mas o homem pagou na mesma moeda."
Guy de Maupassant

Amenizemos o chorume altamente tóxico do andar de baixo, com um videozinho quase pueril, porém acalentador:


video

Acho que deu pra limpar, né? Ah, deu... Adeus. Xo, monstro.

2 comentários:

  1. salve sergio.. tranquilidade man?
    estou de volta consegui recuperar a senha, CANBECK abrz

    ResponderExcluir
  2. Graaande Canbeck! Volte sempre, bro!

    ResponderExcluir

Uma obra de arte é um ângulo apreciado
através de um temperamento.
(Emile Zola)