domingo, 25 de novembro de 2007

THE CREATION - WE ARE PAINTERMEN






The Creation ficou conhecido como "a banda psicodélica britânica que só gravou um Lp". Nada como comentários desse tipo para fazer um grupo obscuro dos 60’s tornar-se "cult", ainda mais quando, por opção da maioria dos músicos, a idéia não era se fazer passar por reles funcionários paus mandados da indústria phonográfica (há algum tempo resolvi me referir as majors com ph, afinal, o tempo passa o tempo voa e as empresas desse ramo continuam... no tempo do gramophone).

The Creation, então, surgiu na mesma época do Pink Floyd e contou com o apoio do produtor Shel Talmy, o mesmo que trabalhou nos primeiros anos do The Who (ali em meados dos anos 60). Nessa época, inclusive, Pete Townshend teria sugerido ao futuro líder do Creation, o guitarrista Eddie Phillips que entrasse como segunda guitarra no Who, mas este optou por montar a sua trupe. Phillips tinha uma boa pegada para os power-acordes, alem de ter na manga boas harmonias ao estilo britânico. A banda emplacou os hits "Making Time" e "Painter Man". E entre 66 e 68 fizeram turnês longas na Alemanha. Em contrpartida, na Inglaterra a coisa ficou um pouco mais complexa dada a quantidade de bandas talentosas que surgiam na mesma ocasião como os citados, Floyd, Who além do Soft Machine, Love e tantos outros. Outro detalhe interessante é que o futuro R. Stone, Ron Wood chegou a ser membro do Creation por um curto tempo, mas especificamente nos últimos meses de 68, quando a banda encerrou suas atividades. Outro stone (o membro oculto, olha o duplo sentido) que colaborou em algumas gravações foi Nicky Hopkins, teclados.

O disco "We Are the Paintermen" surpreende pelo grande numero de canções autorais e pelo bom entrosamento dos músicos que, sem duvida, expõe mais as guitarras. Falar nisso, curiosamente, antes de Jimmy Page, Phillips já ousava fazendo sua guitarra parecer violino, como Page no ultimo ano dos Yarbirds, no uso do arco. Portanto, Eddie Phillips já havia feito tal experiência bem antes, sem levar a fama por isso. Não fujindo a uma regra da época, o som do Creation era um misto de folk-rock, como Buffalo Springfields, com os melhores momentos hard dos Yarbyrds. Não que fosse influenciado por eles - surgiram meio que ao mesmo tempo. O interessante é saber como a soma do Blues eletrificado, o Folk e o Rock básico chuckbérico emprestaram os elementos necessários para o embrião de um novo estilo que se tornaria a febre rítmica alguns anos depois. Em se tratando de psicodelia, em princípio, a “onda” psicodélica, embalada pelas experiências sensoriais com a nova droga LSD, foram a grande inspiração do que seria o rock-progressivo. É bom lembrar que a safra de bandas nesse padrão embrionário, e o prog, propriamente dito, encontraram terreno fértil na Inglaterra, principalmente este último, já que o progressivo feito nos EUA, via de regra, foi um pastiche do que se criou no Reino Unido.

Voltando ao objetivo: fica claro o talento inquestionável de Phillips como compositor. E óbvio, quando se ecuta, o leque de influencias que o artista abriu para outras bandas que viriam no vácuo. Infelizmente depois do fim do grupo, Phillips foi trabalhar como motorista de ônibus e os demais integrantes também acabaram encerrando suas atividades por ali mesmo, em 1968.

Enfim, The Creation “We Are Paintermen”, pela casa Sônica, sai do ostracismo na íntegra. Mas, infelizmente para você, sócio, com seis faixas bônus. Chateou?
Porque vale tanto à pena conhecer The Creation?... Já sei! Porque se descobre o quanto este período, pré-woodstockiano foi crucial para a seqüência do que viria a ser o rock&roll na década seguinte...? (...) Ah, sim! Mais que isso! Porque aponta para o “novíssimo” roquenrou do século 21, já que, sem citar nomes - pra não se afogar numa infinidade mais um de exemplos - de bandas atuais, tudo que faz a diferença no rock atual deriva da fase áurea musical que foram os anos 60... né?... Pois é. Mas disso todos nós estamos carecas de saber. Então fechemos questão de forma correta: além de ter feito parte embrionária de uma onda tão criativa que continua e continuará fazendo as pedras rolarem ao longo de gerações, The Creation vale à pena simplesmente porque é phoda de bom! Aqui o ph serve só pra suavizar o coito.

Os The Creation foram:
Bob Garner: Baixo
Eddie Phillips: Guitarra
Kenny Pickett: Vocais
Jack Jones: Bateria
___________________________________________________
No allmusic, além de saber muito mais sobre o mesmo, in english, encontra-se (só pavê) todo o repertório do álbum.

As prometidas faixas bonus do disco estão do track 24 em diante: 25- How does it feel to feel (versão UK) 26- The girls are naked - 27- mercy, mercy, mercy - 28- Uncle bert - 29- Bony Marone - 30- cool jerk (versão remixada)

Clicaki para baixar o um e K pra parte dois.

16 comentários:

  1. poe o outro the illusion logo ja prometi o cd aqui quero ganhar mais com este tb hehehehe Flavinha (a cruel porem ... vou te denunciar depois ta? hehehehe

    ResponderExcluir
  2. Grande Museum of London! Só preciosidade, hein, sergio! Com certeza é o que vc disse: só raridades arqueológicas! O problema é que eu não sei baixar, rola um passo a passo aí?
    Fernando

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo blog é 10 !
    Comecei a fazer um Blog só de MP3 e tenho vários álbuns postado no Rapidshare, se houver algun interesse em coloca-los no seu blog tudo bem.
    Meu blog é o www.tape2001.blogspot.com
    Se houver a possibilidade de alguma parceria me responda.

    Segue alguns links para avaliação.

    Abraços

    Supertramp:
    Paris:
    cd1 http://rapidshare.com/files/69329213/PARIS_CD1.rar
    cd2 http://rapidshare.com/files/69550532/PARIS_CD_2.rar

    Breakfest in America
    http://rapidshare.com/files/69787731/breakfest_in_America.rar

    Crime of the century
    http://rapidshare.com/files/69916432/Crime_of_the_century.rar

    Even in quietest moments
    http://rapidshare.com/files/69916435/Even_In_Quietest_Moments.rar

    Brother where you bound
    http://rapidshare.com/files/69971446/Brother_where_you_Bound.rar

    Some things never change
    http://rapidshare.com/files/69987023/SOME_THINGS_NEVER_CHANGE.rar




    Pink Floy – Philharmonic Orchestra
    http://rapidshare.com/files/71601653/Philharmonic_Orchestra.rar

    Phill Collins and Big Band
    http://rapidshare.com/files/70010852/The_Phil_Collins_Big_Band_-_A_Hot_Night_In_Paris__1999_.part1.rar

    Lex Vandyke
    cd1 http://rapidshare.com/files/70606135/Still_Got_The_Blues_Vol_1.rar
    cd2 http://rapidshare.com/files/70635510/Still_Got_The_Blues_Vol_2.rar

    Joe Coker
    http://rapidshare.com/files/70659794/Tye_Best_of.rar

    Dire Straits – Live at the BBC
    http://rapidshare.com/files/71813648/Live_at_the_BBC.rar

    Santa Esmeralda Anos 70
    http://rapidshare.com/files/69317910/Santa_Esmaralda.rar

    Jerry Adrianni canta Legião Urbana em Italiano
    http://rapidshare.com/files/63318336/Jerry_Adriani.rar

    As Músicas do programa do Amaury Jr.
    http://rapidshare.com/files/63083213/AsMusicasdoProgramaAmauryJr.rar
    ATUALIZAÇÃO 24/11/07

    TRIUMVIRAT : Ilusions on a doublé dimple 1973
    http://rapidshare.com/files/72015668/1973_-_Illusions_On_A_Double_Dimple.rar

    TRIUMVIRAT : Old Love Dies Hard
    http://rapidshare.com/files/72196427/1976_-_Old_Love_Dies_Hard.rar

    Pink Floyd : Just Warming up
    http://rapidshare.com/files/72217652/Just_Warmin__up.rar

    Pink Floyd : Silence
    http://rapidshare.com/files/72247990/Silence.rar

    ResponderExcluir
  4. eu tenho uma meta a cumprir ve se coloca essa porra do illusion ai vai botar mesmo poe logo , to precisando vender ele . Flavia

    ResponderExcluir
  5. SERGIO SÔNICO25/11/07 20:41

    Obrigado ... esse teu nome é que é mais reticente que as minhas reticências! Mas anfã, brodi, há coisas aí na sua lista que podem me interessar, principalmente as que não conheço. Minha política é sempre postar o fora de catálogo, o muito raro, o que quase ninguém tem ou ouviu falar. Quanto a colaborar no seu blog, se for vc retirar álbuns daqui pra postar lá, tá liberadíssimo. Aliás nem precisava pedir pois é o que eu faria em achando raridades em vosso lar.

    Já o texto, sim, costumo respeitar ou editar até quase torná-lo irreconhecível ao dono. Aí, se vc usar os daqui, se der pra dar crédito agradeço. Mas se não der, esquecer, tbm, tudo bem. Imagina gente...

    Obrigado aí, ao incentivo e sorte lá no teu blog. Visitarei em breve e comento.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. SERGIO SÔNICO25/11/07 20:42

    Ps.: pô brodi, Amaury Jr.?... Jura?

    Xá pra lá.

    ResponderExcluir
  7. SERGIO SÔNICO25/11/07 21:42

    Já me ia esquecendo docê, Fernando.

    NÃO SE ASSUSTE COM O TAMANHO DA EXPLICAÇÃO É MUITO MAIS SIMPLES QUE APARENTA!

    Bem, serei primário na explicação pq não faço idéia do que sabes ou não de computadores e tbm lembrando de mim, alguns anos passados, no começo, vamo lá: Em 1ºmeiríssimo lugar vc tem que ter um programinha manjadão chamado “WinRAR” (se vc pôr esse nome na busca no google, vc, através desses “Baixaki ou Superdownloads” da rede, pega esse programa rapidinho - e olhe que WinRAR é coisa utilíssima pra um monte de operação, não só pra baixar música, portanto baixe isso se não tiver! De posse do WinRAR e já com uma pasta preparada tipo “Minhas Músicas”, amigo, até um prematuro acerta: No blog clica no fim do texto onde está escrito “clicaki pra baixar” e aparecerá (geralmente é a página do ZShare). Clica onde está escrito “DOWNLOAD NOW”. Depois aparecerá outra página escrito click here. Daí direcione para a tal pasta “minhas músicas” que tu já tinha preparado, click em SALVAR e é só esperar (depende da tua conexão se for rápida, demora em média uns 15 minutos, se mais lenta demorará mais. Certo? Quando o álbum estiver baixado vc cairá tomaticamente no programa WinRAR clica no ícone dos livrinhos que aparece e, no alto da página q abriu, em “extract to” direcione de novo para as “minhas músicas” e dê OK.

    Com essa quantidade toda de texto espero, não te ter assustado nessa de detalhar para super-facilitar. Espero que não.
    Foi bom escrever esse passo a passo pq agora quem me pedir p mesmo mando-os pra cá. Ou melhor, colo o texto e ponho Maomé na frente da montanha.
    Valeu!

    ResponderExcluir
  8. Ah! Depois que vc tiver descompactado (é o que o WinRAR faz, descompacta grandes arquivos), mande pro lixo o arquivo dos livrinhos.
    Fim da explicação.

    ResponderExcluir
  9. Amigo, mais mastigado que isso só regurgitando! Obrigadaço!
    Fernando

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Amaury Jr., Jerry Adriani, Lex Van Dyke!!!!???? Pô, Sérjão, posta aí senão vou mudar de blog, hehehe.
    Abrações.

    ResponderExcluir
  12. Vocêsabequemeusou26/11/07 08:24

    É, parceiro, a casca grossa aí resolveu te assombrar mesmo. O meu 'karma', ainda bem, deu uma sumida mas como barata anda em casal vai ver essa Flávia é a parceira do...você sabe quem.
    Vou conferir o Creation.
    Abrações.

    ResponderExcluir
  13. SERGIO SÔNICO26/11/07 09:40

    Só vou te dizer uma coisa, Vocêsabequem: "Ah, coitado"...

    ResponderExcluir
  14. Senhor Sergio

    Gostaria de passar meus cumprimentos pela qualidade das postagens.
    Sei quem é o 'vocesabeqeusou", é o nosso Edson, proprietário do G&B.
    O Flavinha deve ser um velho, mas muito velho conhecido de casa.

    E como o senhor ensinou o nosso Fernando a baixar, ele pode baixar q garanto, se doer eu tiro.hehehe

    Congratulações

    José Renato Monteiro Lobato

    ResponderExcluir
  15. SERGIO SÔNICO26/11/07 16:33

    Sr. Lobato,
    entender eu não entendi (nada). Mas, só o fato de não saires fazendo exigências, xingando a torto, a direita e as esquerda e, finalmente, de respeitar um espaço que só tem a acrescentar a quem chegar, sem questionar quem seja, sem nada pedir em troca.. Isso pra quem se arrisca e briga com outras forças bem mais poderosas do que toda essa bobajada inconsequente de gastar o próprio e o tempo dos outros passando trotes, se fazendo passar por quem não é, já me motiva a agradecê-lo.
    Valeu!

    Sinta-se como se tivesse entrado numa lojinha estranha, sem balconista nem atendente, onde as pessoas procuram nas prateleiras o que desejam e saem pela porta, sem que nada pareça estranho. Até que de tanto ver a rotina, vc toma coragem e experimente fazer o mesmo. E, na rua, percebes que não havia câmeras, que nenhum segurança maninblack te perseguiu falando num radinho... E que vc está indo pra casa louco pra ouvir um som q nunca ouviu falar.
    É por aí, cumpadi! O resto é a mais absoluta bestage.

    ResponderExcluir
  16. Ó um link ainda válido pros machines (do blog do turquinho): http://www.mediafire.com/?6bcat91ksk4n9zm

    ResponderExcluir

Uma obra de arte é um ângulo apreciado
através de um temperamento.
(Emile Zola)